O IMPACTO DO TRÁFEGO DE MÁQUINAS NA QUALIDADE FÍSICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO DISTROFÉRRICO CULTIVADO COM CANA-DE-AÇÚCAR EM RIBEIRÃO PRETO, SÃO PAULO, BRASIL

Autores

Resumo

A compactação ocorre quando forças externas rearranjam as partículas do solo, reduzindo o volume poroso e aumentando a densidade. Isso prejudica o enraizamento, a movimentação de água e nutrientes, afetando a produtividade e a sustentabilidade agrícola. Neste estudo, avaliaram-se os efeitos da colheita mecanizada sobre a resistência mecânica do solo à penetração, densidade do solo, macroporosidade, microporosidade e porosidade total do solo em um cultivo de cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.) em Ribeirão Preto, São Paulo, em três profundidades (0 – 0,10, 0,11 – 0,20 e 0,21 – 0,30 m). Para tal, estabeleceu-se um delineamento em blocos ao acaso com dez repetições, comparando a colheita manual (T1) com a colheita mecanizada (T2). O tratamento T2 resultou em maiores médias de densidade do solo na profundidade de 0,21 – 0,30 m e maior resistência mecânica do solo à penetração de 0 – 0,30 m. Essas variáveis apresentaram médias iguais ou superiores aos limites críticos estabelecidos pela literatura, indicando a compactação do solo. Contudo, a macroporosidade, microporosidade e porosidade total do solo não foram afetadas pelo tráfego de máquinas. Portanto, recomendam-se estudos futuros para analisar a variabilidade espacial e avaliar a influência da compactação na produtividade da cana-de-açúcar para elucidar os padrões e embasar a tomada de decisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Haroldo Humberto Lobo Cardoso Neto, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Último grau acadêmico e instituição de vínculo: Graduando em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.

Endereço postal e telefone: Av. Presidente Tancredo Neves, 2501 - Montese - CEP 66077530 - Belém, PA - Brasil. Telefone: (91) 32105193

 

Andrecelly Guimarães da Silva, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Último grau acadêmico e instituição de vínculo: Graduanda em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.

Endereço postal e telefone: Av. Presidente Tancredo Neves, 2501 - Montese - CEP 66077530 - Belém, PA - Brasil. Telefone: (91) 32105193

Amiel Johnson Cardoso Pimenta, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Último grau acadêmico e instituição de vínculo: Graduando em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.

Endereço postal e telefone: Av. Presidente Tancredo Neves, 2501 - Montese - CEP 66077530 - Belém, PA - Brasil. Telefone: (91) 32105193

Letícia Bentes Soares, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Último grau acadêmico e instituição de vínculo: Graduanda em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.

Endereço postal e telefone: Av. Presidente Tancredo Neves, 2501 - Montese - CEP 66077530 - Belém, PA - Brasil. Telefone: (91) 32105193

Arquivos adicionais

Publicado

2023-12-12

Como Citar

CARDOSO NETO, Haroldo Humberto Lobo; GUIMARÃES DA SILVA, Andrecelly; JOHNSON CARDOSO PIMENTA, Amiel; BENTES SOARES , Letícia. O IMPACTO DO TRÁFEGO DE MÁQUINAS NA QUALIDADE FÍSICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO DISTROFÉRRICO CULTIVADO COM CANA-DE-AÇÚCAR EM RIBEIRÃO PRETO, SÃO PAULO, BRASIL. Geoambiente On-line, Goiânia, n. 47, 2023. Disponível em: https://revistas.ufj.edu.br/geoambiente/article/view/76401. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos