PARQUE URBANO E SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS CULTURAIS: UM ESTUDO SOBRE O PARQUE NATURAL MUNICIPAL DA LAJINHA NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA – MINAS GERAIS

Autores

Resumo

O presente trabalho evidencia diferentes benefícios no usufruto de uma área verde urbana, sobretudo em relação à religação com a natureza, o que comprova a relevância dos parques urbanos para a saúde e bem-estar dos citadinos. Os parques urbanos adquirem centralidade, contribuindo para a prestação de serviços ecossistêmicos culturais, interferindo positivamente na garantia da qualidade ambiental das cidades e, também, na melhoria da qualidade de vida às populações, oportunizando o contato com a natureza, momentos de recreação, lazer e sociabilidade. O trabalho foi feito a partir de  um viés qualitativo de investigação, dentro da perspectiva humanista, por meio de pesquisa exploratória, ancorada em levantamento bibliográfico e documental, observação e entrevistas semiestruturadas com moradores do entorno direto e visitantes/frequentadores do Parque Municipal da Lajinha, situado em Juiz de Fora, Minas Gerais. O principal benefício percebido, foi o de ordem psicológica, associados ao contato com a natureza, lazer, recreação, contemplação e espiritualidade, fazendo com que estes sujeitos reconheçam a importância dessa área verde para a prestação de serviços ecossistêmicos culturais, com interferência direta na melhora de saúde e promoção de bem-estar

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogério Pereira Madeira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Graduação em Geografia pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (UNILESTE-MG), Pós-graduado Tecnologias de Informação e Comunicação para o Ensino Básico na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Mestrando em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Professor de Geografia , Sociologia e Sociologia da Educação (nível profissionalizante) no ensino médio da rede estadual de ensino do Estado de Minas Gerais. Assessor sócio-ambiental. Como professor, Rogério Madeira transmite aos seus alunos a grande necessidade de exercerem uma relação humanista com o meio, trabalhando para que se desenvolva uma visão ampla e crítica, sustentada na importância de se respeitar e saber conciliar o modo de vida as condições ambientais. Assim, descobrindo e analisando com seus alunos, desenvolve conceitos, práticas e conclusões sobre a necessidade de se exercer uma cidadania sustentável, com um olhar diferenciado para relação sociedade e natureza. Como pesquisador, participou do Programa de Revitalização e Monitoramento das Nascentes do Ribeirão Ipanema no Município de Ipatinga – MG. Onde esse não só desenvolveu um mapeamento das nascentes e áreas de recargas, mas também teve todo um processo de conscientização com a população rural, trabalhando então a questão ambiental de forma mais ampla e significativa em prol da sustentabilidade local. Além desse, desenvolveu outros projetos de menor expressão mas também com um olhar na educação ambiental. Como escritor, publicou artigos científicos, sendo um deles na região do Rio Doce, no Seminário de Iniciação Científica da UNIVALE (Universidade do Vale do Rio Doce) em Governador Valadares, tendo como título do artigo; Evolução Urbana da Avenida Vinte e Oito de Abril no Município de Ipatinga – MG. Esse relatou as relações espaciais presentes entre fluxos e fixos existentes no local. Como assessor sócio-ambiental, desenvolveu trabalhos junto a órgãos públicos e privados, assessorando na compreensão e na concretização de projetos, como analise de licitações públicas, para uma melhor organização da estrutura dos projetos relacionados ao meio ambiente. No setor privado participou de projetos sócio-ambientais enfocando a situação da criança e do adolescente no município de Ipatinga – MG.

Altair Sancho-Pivoto, Universidade Federal de Juiz de Fora - Minas Gerais

Professor e Pesquisador do Departamento de Turismo e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Coordenador do Centro de Investigação em Turismo, Território e Desenvolvimento Socioambiental - CITURDES/UFJF. Pós-Doutor em Turismo pela EACH-USP. Doutor em Geografia (2016) pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais, Mestre em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social pelo Programa EICOS/UFRJ (2007) e Graduação em Turismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2004). Pesquisador do Observatório de Parcerias em Áreas Protegidas - OPAP. Tem experiência nas áreas de turismo, planejamento e ordenamento territorial, com ênfase nas interfaces com políticas públicas de turismo, projetos de desenvolvimento comunitário, uso público em áreas protegidas.

Arquivos adicionais

Publicado

2023-12-12

Como Citar

MADEIRA, Rogério Pereira; SANCHO PIVOTO, Altair. PARQUE URBANO E SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS CULTURAIS: UM ESTUDO SOBRE O PARQUE NATURAL MUNICIPAL DA LAJINHA NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA – MINAS GERAIS. Geoambiente On-line, Goiânia, n. 47, 2023. Disponível em: https://revistas.ufj.edu.br/geoambiente/article/view/76801. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos