AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS EM CURSOS D’ÁGUA NA BACIA HIDROGRÁGICA DO RIO PARANAÍBA A PARTIR DA ANÁLISE DO IQA E DO ICE

Autores

Resumo

Os rios Descoberto, Ponte Alta, Alagado e Santa Maria são estratégicos para o Distrito Federal (DF) e Goiás (GO), devido à sua importância na depuração de efluentes de estações de tratamento de esgotos e por afluírem aos reservatórios Corumbá IV e Corumbá III, sendo o primeiro um importante manancial de abastecimento urbano de água para o DF e GO, desde 2022. O presente trabalho analisou a evolução da qualidade da água nesses rios a partir da análise do Índice de Qualidade da Água (IQA) e Índice de Conformidade ao Enquadramento (ICE), conforme a Resolução CRH-DF no 01/2014. Os resultados do IQA indicaram melhorias e níveis positivos de qualidade, exceto para o rio Descoberto, que alcançou o nível “Ruim” entre 2017 e 2018. O ICE dos rios Descoberto e Ponte Alta alcançaram o valor “Afastado”, indicando o distanciamento da qualidade almejada. Os parâmetros Coliformes Termotolerantes e Fósforo Total apresentaram valores problemáticos em todos os corpos d’água. Os resultados demonstram a necessidade de ações nas gestões distrital, estadual e federal, para melhoria da qualidade da água e o alcance das metas de enquadramento até 2030, frente ao desafio de expansão urbana e populacional nas respectivas bacias hidrográficas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Conceição de Maria Albuquerque Alves, Universidade de Brasília

Professora do Departamente de Engenharia Civil e Ambiental e do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos

Ricardo Tezini Minoti, Universidade de Brasília

Professor do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental e do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos

Arquivos adicionais

Publicado

2024-05-30

Como Citar

DA SILVA RODRIGUES, Roberta Carina; DE MARIA ALBUQUERQUE ALVES, Conceição; TEZINI MINOTI, Ricardo. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS EM CURSOS D’ÁGUA NA BACIA HIDROGRÁGICA DO RIO PARANAÍBA A PARTIR DA ANÁLISE DO IQA E DO ICE. Geoambiente On-line, Goiânia, n. 48, 2024. Disponível em: https://revistas.ufj.edu.br/geoambiente/article/view/76811. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos