CAPTAÇÃO DE ÁGUA PONTUAL E SAZONALIDADE NA QUALIDADE DA ÁGUA: ESTUDO DE CASO DA MICROBACIA DO RIBEIRÃO PALMITAL

Autores

Resumo

O monitoramento da qualidade da água é uma ferramenta relevante para o planejamento e tomada de ações que garantam a conservação da água em uma bacia hidrográfica. Com este trabalho, objetivou-se avaliar a qualidade da água utilizada para o consumo humano em uma microbacia na zona rural do Centro-Oeste do Brasil. Para isso, foram realizadas campanhas para determinação dos pontos de coleta de amostras de água, tanto no período de estiagem, como no período de seca. Assim, foram selecionados onze pontos na ; do ribeirão Palmital, em Urutaí - GO, determinando-se a qualidade da água pelo índice IQA ajustado pela Cetesb (2008). Os resultados permitiram concluir que 72,73% dos pontos na estação seca e 54,54% na estação chuvosa estavam contaminados por coliformes totais e, em relação aos coliformes termotolerantes, foram encontradas em 27,27 % dos pontos no período de estiagem e, 45,45 % no período chuvoso. Dessa forma, as águas utilizadas nas propriedades rurais foram consideradas um importante fator de risco à saúde dos seres humanos que a utilizam. A adoção de medidas preventivas, visando à preservação das fontes de água, e o tratamento das águas já comprometidas são as ferramentas necessárias para diminuir, consideravelmente, o risco de ocorrência de enfermidades de veiculação hídrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Arquivos adicionais

Publicado

2023-12-12

Como Citar

MOREIRA, Debora Astoni; SOUZA, José Antonio Rodrigues; COSTA, Loiany Gonçalves; SILVA, Éllen Lemes. CAPTAÇÃO DE ÁGUA PONTUAL E SAZONALIDADE NA QUALIDADE DA ÁGUA: ESTUDO DE CASO DA MICROBACIA DO RIBEIRÃO PALMITAL. Geoambiente On-line, Goiânia, n. 47, 2023. Disponível em: https://revistas.ufj.edu.br/geoambiente/article/view/76205. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos