UM MODELO DE ROLE-PLAYING GAME (RPG) PARA O ENSINO DOS PROCESSOS DA DIGESTÃO

Autores

  • Antônio Alves de Oliveira Universidade Federal de Goiás - Campus Jatái
  • Sandra Aparecida Benite Ribeiro.

DOI:

https://doi.org/10.5216/rir.v2i13.22340

Palavras-chave:

Modelo. Jogo didático. Ensino-aprendizagem.

Resumo

O jogo didático representa uma alternativa para auxiliar no processo de ensino-aprendizagem, pois favorece a construção do conhecimento pelo aluno. O Role-Playing Game (RPG) tem sido apontado como importante material pedagógico, pois incentiva a cooperação e a utilização do saber prévio dos estudantes para a construção de novos conhecimentos. No presente artigo apresentamos um jogo de RPG elaborado por estudantes do curso de Licenciatura em Biologia e a avaliação dos resultados de sua aplicação aos estudantes do ensino superior, médio e fundamental da rede pública de ensino. Os objetivos do estudo foram elaborar um jogo que pudesse mediar a aprendizagem, diversificar e avaliar a transmissão do conhecimento, além de testar um método de ensino para que os futuros professores de Ciências e Biologia pudessem utilizar em sua prática profissional. Para a formulação do RPG foi criada uma aventura dentro do corpo humano com 25 questões a respeito de fisiologia do sistema digestório e vários desafios aos jogadores. O jogo foi aplicado nas aulas práticas de Fisiologia Humana Básica aos estudantes do ensino superior e nas aulas de Ciências e de Biologia, aos estudantes do ensino fundamental e médio, respectivamente. Os alunos do curso de Biologia aprovaram o modelo didático e perceberam sua eficácia ao associar a imaginação, a cooperação no trabalho em grupo e a forma como pode ser utilizado para ensinar e avaliar os conhecimentos adquiridos. Os estudantes do ensino fundamental e médio perceberam a importância da cooperação, demonstraram grande interesse pelo jogo e motivação com o conteúdo abordado durante a prática. Concluindo-se, consideramos que o jogo de RPG educativo elaborado no presente trabalho atingiu o objetivo de criar um modelo didático para o ensino por métodos lúdicos, auxiliando no processo de aprendizagem do conteúdo e na sua avaliação. Ressaltamos que RPG elaborado no presente estudo pode ser adaptado para interesses específicos dos docentes em relação à série que será aplicado e à realidade dos estudantes.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Alves de Oliveira, Universidade Federal de Goiás - Campus Jatái

Sandra Aparecida Benite Ribeiro.

Referências

AMARAL, Ricardo Ribeiro do. O uso pedagógico do RPG para o ensino de Física. Dissertação (mestrado em Ensino de Ciências) – Universidade Federal Rural do Pernambuco. Recife, 2008. Disponível em < http://pt.scribd.com/doc/32088015/USO-DO-RPG-PEDAGOGICO-PARA-O-ENSINO-DE-FISICA-Ricardo-Ribeiro-do-Amaral-2008 > Acesso em 02 mai. 2011.

CABRERA, Waldirléia Baragatti. A Ludicidade para o ensino médio na disciplina de biologia: Contribuições ao processo de aprendizagem em conformidade com os pressupostos teóricos da Aprendizagem Significativa. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2006. Disponível em http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/diaadia/diadia/arquivos/File/conteudo/artigos_teses/Biologia/Dissertacao/ludicidade.pdf > Acesso em 02 mai. 2011.

CAMPOS, Luciana Maria Lunardi; BORTOLOTO, T.M.; FELÍCIO, A. K. C. Produção de jogos didáticos para o ensino de ciências e biologia: uma proposta para favorecer a aprendizagem. Departamento de Educação – Instituto de Biociências da UNESP – Campus de Botucatu – São Paulo. Caderno dos Núcleos de Ensino, p. 35-48, 2003. Disponível em < http://www.unesp.br/prograd/PDFNE2002/aproducaodejogos.pdf > Acesso em 02 mai. 2011.

FERREIRA, José Henrique Benedetti Piccoli et al. Aprendendo sobre a relação presa-predador por meio de jogos pedagógicos. Departamento de Fisiologia – UNESP/ Instituto de Biociências/Botucatu – São Paulo, 2010. Disponível em < http://www.unesp.br/prograd/PDFNE2005/artigos/capitulo%2010/aprendendopresapredador.pdf > Acesso em 02 mai. 2011.

MAIKE, Vanessa Regina Margareth Lima; MIRANDA, Leonardo Cunha de; BARANAUSKAS, M. Cecília C. Investigando sobre Requisitos para um Jogo de RPG com Professores de uma Escola Pública de Ensino Fundamental. Anais do XXII SBIE - XVII WIE. Aracaju, 21 a 25 de novembro de 2011. Disponível em < http://www.br-ie.org/sbie-wie2011/SBIE-Trilha3/93261_1.pdf > Acesso em 25 nov. 2012.

MORATORI, Patrick Barbosa. Por que Utilizar Jogos Educativos no Processo de Ensino Aprendizagem? Rio de Janeiro, dez. 2003. Disponível em < http://www.nce.ufrj.br/ginape/publicacoes/trabalhos/t_2003/t_2003_patrick_barbosa_moratori.pdf > Acesso em 25 nov. 2012.

REZENDE, Márcia; COELHO, Christiano Peres. A Utilização do Role-Playing Game (RPG) no Ensino de Biologia como Ferramenta de Aprendizagem Investigativo/Cooperativa. In: XXV CONADE, Congresso Nacional de Educação de Jataí –CAJ/UFG. Jataí, 2009. Disponível em < http://revistas.jatai.ufg.br/index.php/acp/article/viewFile/760/405 > Acesso em 25 nov. 2012.

Downloads

Publicado

2013-02-01

Como Citar

OLIVEIRA, Antônio Alves de; RIBEIRO., Sandra Aparecida Benite. UM MODELO DE ROLE-PLAYING GAME (RPG) PARA O ENSINO DOS PROCESSOS DA DIGESTÃO. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 8, n. 2, 2013. DOI: 10.5216/rir.v2i13.22340. Disponível em: https://revistas.ufj.edu.br/rir/article/view/22340. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos Livres