Parceria ensino-serviço na formação em odontologia

Autores

  • Maria de Fatima Nunes Universidade Federal de Goiás, (UFG) ,Goiânia, Goiás, Brasil, nunes.mariadefatima@gmail.com
  • Sandra de Cássia Oliveira Barbosa Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia,(SMS), Goiânia, Brasil, sandradecob@yahoo.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rir.v17i1.62775

Resumo

Resumo: A parceria ensino-serviço é fundamental na formação de futuros profissionais, assim como na educação permanente dos profissionais que já atuam nos serviços de saúde. O objetivo deste estudo foi sistematizar e compreender problemas diagnosticados nas unidades básicas de saúde da família (ESF), por estudantes da graduação em Odontologia da Universidade Federal de Goiás (FO/UFG). Foi utilizada a pesquisa documental para levantamento dos dados em projetos acadêmicos elaborados no período de 2006 a 2013, por alunos de graduação do sétimo período no Estágio em Odontologia Coletiva I. Os problemas relatados nos projetos acadêmicos aconteceram em 16 unidades de ESF do Município de Goiânia-Go e foram diagnosticados pelo método da estimativa rápida. Os 80 projetos elaborados pelos acadêmicos foram examinados e apresentou um total de 950 problemas diagnosticados. Os problemas elencados variaram de acordo com o território onde o estágio aconteceu. Após a coleta realizada pelos acadêmicos os problemas foram hierarquizados em função da viabilidade de intervenção. Os problemas priorizados foram aqueles que tiveram soluções a nível local. Após a coleta dos dados, foi realizada a categorização e emergiram sete categorias e 15 subcategorias. Dentre as categorias, as mais citadas foram ‘gestão’ e ‘problema social’ e, das subcategorias foram ‘gestão pública’, ‘gestão dos serviços de saúde’ e ‘organização dos processos de trabalho’. As categorias menos citadas foram ‘trabalho em equipe’ e ‘controle social’. Concluiu-se que as categorias se interligam umas às outras, demonstrando que os problemas de saúde muitas vezes têm diversas causas e necessitam de soluções compartilhadas. Vários destes problemas não têm solução a nível local, relacionam-se aos determinantes sociais de saúde e merecem atenção especial da gestão dos serviços. A categorização dos problemas demonstrou a amplitude das dificuldades vivenciadas pelas equipes de saúde da família, e a necessidade de inserção dos acadêmicos de odontologia precocemente nos serviços de saúde, para vivenciarem a realidade prática, na busca de uma formação que aproxime o futuro profissional de odontologia das reais necessidades da população.

 

Palavras chaves: Ensino na saúde. Ensino-serviço. Odontologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-26

Como Citar

NUNES, Maria de Fatima; OLIVEIRA BARBOSA, Sandra de Cássia. Parceria ensino-serviço na formação em odontologia. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 01–24, 2020. DOI: 10.5216/rir.v17i1.62775. Disponível em: https://revistas.ufj.edu.br/rir/article/view/62775. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

.......