Relações étnico-raciais e crianças negras e não negras em uma escola pública de Itororó-BA

Autores

  • José Valdir Jesus de Santana Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia https://orcid.org/0000-0001-7215-2562
  • Suelma Sousa Santos Soares
  • Reginaldo Santos Pereira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB
  • Maria de Fátima de Andrade Ferreira

Resumo

Nesta pesquisa buscamos responder à seguinte questão: Como as relações raciais envolvendo crianças negras e não negras são percebidas no ambiente escolar? Para respondê-la, tivemos como objetivo geral: analisar como são percebidas as relações raciais envolvendo crianças negras e não negras no ambiente escolar e como objetivos específicos: descrever as reações, atitudes e comportamentos das crianças negras frente às situações de discriminação e preconceito racial; identificar a atuação de mecanismos discriminatórios e preconceituosos, entre crianças negras e não negras. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, do tipo descritiva, que utilizou as seguintes técnicas para a produção dos dados: observação e diário de campo. A pesquisa foi realizada em uma escola pública do município de Itororó/BA, no ano de 2019, com crianças do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. A pesquisa revelou como o racismo e práticas racistas se reproduzem no ambiente escolar e o quanto professores e professoras não estão preparados para tratarem, do ponto de vista pedagógico, as expressões de preconceito e discriminação racial, naturalizando-as ou nominando-as como práticas de bullying. Esta omissão, por parte da escola, reproduz aspectos do racismo institucional e a supervalorização simbólica da brancura, da branquitude. Por outro lado, vimos como crianças negras reagem aos xingamentos e ofensas racistas, muitas vezes recorrendo à violência. Outras crianças, no entanto, calam-se porque não encontram em seus professores apoio, cuidado.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Valdir Jesus de Santana, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Graduação em Pedagogia e mestrado em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia. Graduação em Sociologia pela Uninter. Doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal de São Carlos. Professor Titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Nesta Universidade, é professor na graduação e nos Programas de Pós-Graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade e Programa de Pós-Graduação em Ensino.Dedica-se a estudo e pesquisa sobre educação e relações étnico-raciais; antropologia e educação; antropologia da criança; educação escolar indígena; educação, gênero e sexualidade.

Downloads

Publicado

2022-12-18

Como Citar

JESUS DE SANTANA, José Valdir; SOUSA SANTOS SOARES, Suelma; SANTOS PEREIRA, Reginaldo; DE ANDRADE FERREIRA, Maria de Fátima. Relações étnico-raciais e crianças negras e não negras em uma escola pública de Itororó-BA. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 18, n. 3, p. 01–21, 2022. Disponível em: https://revistas.ufj.edu.br/rir/article/view/71444. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Infâncias e crianças: dialogos com relações étinicos-raciais